quarta-feira, 23 de junho de 2021

Idem ao outro

www.iriahorn.net Iria Horn




sexta-feira, 14 de maio de 2021

Senhor te procuro

www.iriahorn.net Iria Horn

Senhor!
Te procuro no cantar dos pássaros
No levantar do voo da gaivota
No fogo que ainda queima
No inverno que arrepia
Na primavera sinto-te,
Minha  alegria!
By Iria Horn




segunda-feira, 26 de abril de 2021

Recolha as estrelas



Recolha as estrelas
Ainda em sementes
Desenha o infinito
E plante-as em outros céus,
Bem longe
Adube-as com sonhos
Regue-as com lágrimas
E espera pelos segredos
Daquela que escolheste tê-la,
Bem perto
Jaak Bosmans



                                                                


                                                                                                                                                                                                                
 


domingo, 18 de abril de 2021

O "Recalque"

www.iriahorn.net Iria Horn

O "Recalque"

O que é?

Não é a mesma coisa que inveja?

Você já deve ter ouvido falar sobre sobre o termo "Recalque".
E é provável que você tenha ouvido sendo usado da maneira incorreta.
É provável que quem disse não sabe o que isso quer dizer.

Qual seria então o significado correto desse conceito tão usado por pessoas que se dirigem em alguns episódios da vida 'a você?
Qual a diferença entre inveja e recalque!

A definição de "Recalque" de acordo com a psicanálise, é um mecanismo de defesa que protege a pessoa de pensamentos que sejam contrários ao "eu". 

Uma pessoa recalcada está colocando em destaque as situações, desejos ou problemas em si que não quer admitir.

Já a inveja se define como alguém que queira muito algo que só você tem. A inveja é aquele sentimento relacionado a raiva diante de algo que outra pessoa tem e você não pode ter. É como se você quisesse ter exatamente o que o outro tem, seja isso um objeto material ou não.

A diferença entre recalque e inveja

Agora que você já sabe a definição de recalque e inveja é mais fácil de entender a diferença entre os dois conceitos?

O primeiro se refere às suas próprias fraquezas e ao modo como o seu subconsciente ou até mesmo consciente encontrou para te proteger delas. O segundo se relaciona com a sua obsessão por algo ou alguém que não pode ter.

O reprimido (ou recalcado) constitui, para Freud, o componente central do inconsciente. "O recalcado se sintomatiza", diz o fundador da psicanálise. Ou seja: pela repressão, os processos inconscientes só se tornam conscientes através de seus derivados - os sonhos ou os sintomas neuróticos.


Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. (Lc 6:38)






domingo, 21 de março de 2021

Fortaleça seu pulmão com nabo branco

www.iriahorn.net Iria Horn




O nabo é eficaz na limpeza e no tratamento dos distúrbios do muco brônquico como tosse, bronquite e asma. Além disso, O nabo ajuda a dispersar a congestão pulmonar.
Nabo é desintoxicante, diurético e protege o cólon do útero

Benefícios do Nabo Para Coração:
Todo mundo parece estar procurando o grande segredo para um sistema cardiovascular saudável. Enquanto frutas e vegetais são sempre uma boa escolha, o Nabo faz um impacto ainda maior do que o habitual, dado o elevado nível de Potássio. Atuando como um vasodilatador e reduzindo a pressão sanguínea, bem como o esforço sobre o coração. Além disso, Os níveis elevados de folato em pastinaga é o complemento perfeito, uma vez que reduz os níveis de homocisteína no sangue, os quais estão associados com um maior risco de doença cardíaca.

Nabo é Rico em Fibra Dietética: Os Nabos foram elogiados por seu alto teor de fibra por muitos anos, especialmente porque é composto de fibra solúvel. Isto está intimamente associado com a redução dos níveis de colesterol (aumentando ainda mais a saúde do coração) e com uma menor chance de desenvolver Diabetes. Além disso, a fibra alimentar é uma componente chave do nosso processo digestivo, facilitando o movimento saudável de alimentos através do trato digestivo, a redução da constipação e para a prevenção de outras doenças gastrointestinais.

Benefícios do Nabo Para Sistema Imunológico: O Nabo também é composto com vitaminas antioxidantes e compostos orgânicos que protegem o corpo contra invasores estranhos, bem como subprodutos tóxicos do nosso próprio metabolismo celular. A Vitamina C e Vitamina E agem como antioxidantes no corpo e eliminam ou neutralizam os radicais livres que podem causar doenças crônicas, incluindo o câncer. A Vitamina C também estimula a produção de glóbulos brancos para atacar a doença e micróbios estranhos no corpo, além de funcionar como um elemento-chave na produção de colágeno.

Receita de xarope de nabo branco:

1 nabo branco grande daquele comprido
mel

Lave bem o nabo e corte em rodelas
Coloque em uma travessa de vidro e cubra todo o nabo com mel
leve a geladeira e deixe de um dia para outro
dia seguinte retire os nabos
e despeje o xarope em um recipiente de vidro e guarde na geladeira
tome uma colher do xarope 3 vezes ao dia.

Fortaleça seu pulmão para que os invasores aéreos não o contaminem



quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Cheio de bombons de ouro

www.iriahorn.net Iria Horn

Cheio de bombons de ouro

Eu quero um ano novo 
Cheio de bombons de ouro
Para eu poder comprar
Alegria e esperança.
Você me pergunta
Dá pra comprar?
Sim! Eu respondo
Dá pra comprar risos, olhos brilhantes,
E tudo que imaginar
Não que eu seja gananciosa
É só um pouco de esperança
Que eu vou querer comprar.

Eles dizem que carro novo
Eu posso viajar
Casa nova fica lindo o olhar
Roupa nova exalta a estima
Remédio é para melhorar
E por fim
Dá pra imaginar
Com um monte de bombons
Se o ouro tudo pode comprar

Ano novo
Alma nova
Roupa nova
Saúde boa
Felicidade
Um trabalho novo
Satisfação e comida boa

Salve salve 2021
Você já está no ar.

By Iria Horn
31/12/2020






segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

UMA HISTÓRIA DE AMOR IMPOSSÍVEL

www.iriahorn.net Iria Horn

UMA HISTÓRIA DE AMOR IMPOSSÍVEL

Conta a lenda que uma jovem mariposa — de corpo frágil e alma sensível — voava ao sabor do vento certa tarde, quando viu uma estrela muito brilhante, e se apaixonou. Excitadíssima, voltou imediatamente para casa, louca para contar à mãe que havia descoberto o que era o amor.

— Que bobagem! — foi a resposta fria que escutou. — As estrelas não foram feitas para que as mariposas possam voar em torno delas. Procure um poste ou um abajur, e se apaixone por algo assim; para isso nós fomos criadas.

Decepcionada, a mariposa resolveu simplesmente ignorar o comentário da mãe, e permitiu-se ficar de novo alegre com a sua descoberta. "Que maravilha poder sonhar!" pensava. Na noite seguinte, a estrela continuava no mesmo lugar, e ela decidiu que iria subir até o céu, voar em torno daquela luz radiante, e demonstrar seu amor.

Foi muito difícil ir além da altura com a qual estava acostumada, mas conseguiu subir alguns metros acima do seu voo normal. Entendeu que, se cada dia progredisse um pouquinho, iria terminar chegando na estrela, então armou-se de paciência e começou a tentar vencer a distância que a separava de seu amor. Esperava com ansiedade que a noite descesse, e quando via os primeiros raios da estrela, batia ansiosamente suas asas em direção ao firmamento.

Sua mãe ficava cada vez mais furiosa:

— Estou muito decepcionada com a minha filha — dizia. — Todas as suas irmãs, primas e sobrinhas já têm lindas queimaduras nas asas, provocadas por lâmpadas! Só o calor de uma lâmpada é capaz de aquecer o coração de uma mariposa; você devia deixar de lado estes sonhos inúteis, e arranjar um amor que possa atingir.

A jovem mariposa, irritada porque ninguém respeitava o que sentia, resolveu sair de casa. Mas, no fundo — como, aliás, sempre acontece — ficou marcada pelas palavras da mãe, e achou que ela tinha razão.

Por algum tempo, tentou esquecer a estrela e apaixonar-se pela luz dos abajures de casas suntuosas, pelas luminárias que mostravam as cores de quadros magníficos, pelo fogo das velas que queimavam nas mais belas catedrais do mundo. Mas seu coração não conseguia esquecer a estrela, e, depois de ver que a vida sem o seu verdadeiro amor não tinha sentido, resolveu retomar sua caminhada em direção ao céu.

Noite após noite, tentava voar o mais alto possível, mas quando a manhã chegava, estava com o corpo gelado e a alma mergulhada na tristeza. Entretanto, à medida que ia ficando mais velha, passou a prestar atenção em tudo que via à sua volta. Lá do alto, podia enxergar as cidades cheias de luzes, onde provavelmente suas primas, irmãs e sobrinhas já tinham encontrado um amor. Via as montanhas geladas, os oceanos com ondas gigantescas, as nuvens que mudavam de forma a cada minuto. A mariposa começou a amar cada vez mais sua estrela, porque era ela quem a empurrava para ver um mundo tão rico e tão lindo.

Muito tempo se passou, e um belo dia ela resolveu voltar à sua casa. Foi então que soube pelos vizinhos que sua mãe, suas irmãs, primas e sobrinhas, e todas as mariposas que havia conhecido já tinham morrido queimadas nas lâmpadas e nas chamas das velas, destruídas pelo amor que julgavam fácil.

A mariposa, embora jamais tenha conseguido chegar à sua estrela, viveu muitos anos ainda, descobrindo toda noite algo diferente e interessante. E compreendendo que, às vezes, os amores impossíveis trazem muito mais alegrias e benefícios que aqueles que estão ao alcance de nossas mãos.




EU

A vida é da cor que você pinta

www.iriahorn.net Iria Horn